sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A Ignorância é uma Benção

Pois então, na obra estava tudo parado em função do frio, chuva e falta de dinheiro, porém, com a primavera, além das flores temos novamente a oportunidade de voltarmos a sofrer por um bem maior.
Sim amigos: SOFRER! Porque só quem já construiu sabe a dor de cabeça que é, e no meu caso tudo ficou muito pior. Sem nenhuma vergonha expresso abertamente que a ignorância nos impede de sofrer.
Antes de adquirir certo conhecimento (muito pouco ainda perto da imensidão de possibilidades dentro do universo de obras civis e design) eu era uma pessoa muito feliz. Eu teria uma casa. Minha. Independente do telhado, piso, forro, cerâmica, reboco, enfim, apenas uma casa. 
Me lembro que logo ao adquirirmos o terreno briguei com o marido quando ele disse para usarmos porcelanato. O quê? - eu disse- Quero qualquer coisa, qualquer piso, não precisa frescura, senão vamos levar uma vida construindo. Hoje 2 anos depois sei que bem escolhido e bem colocado um porcelanato pode durar até 100 anos. Hoje o revestimento dos meus sonhos para o banheiro custa em média R$ 25,00 -o metro?- Não, a PEÇA! 
O aprendizado sobre revestimentos me abriu um leque imenso de opções e me levou a pensar no quanto, até então ignorantes, não prestamos atenção e nem valorizamos isso. Eu digo ignorante no bom sentido e vcs logo vão entender onde quero chegar...
Hoje visitamos uma casa na qual confesso que me inspirei para definir a minha, ainda está em fase de acabamento e eu acho ela linda, então fui falar com os pedreiros para que rebocassem nossa obra. O preço deles era superior a todos que eu tinha visto até então, pensei que logicamente o trabalho seria excelente. Mas como já adquiri alguma experiência no assunto, resolvi visitar a tal casa linda por dentro e ver o trabalho deles.
O reboco que é o que me interessa, não me mostrou nada diferente do que vi até hoje, rachaduras, buracos, emendas. O que tava legal era o nível, paredes altas e aparentemente retas, sem ondulações. E logicamente, muito grafiatto, até dentro de um banheiro.
Mas agora o que me dilacerou o coração foi o revestimento da suíte do casal, sabem esses revestimentos lindos, que parecem plaquinhas pequenas de pedra, mas na verdade são peças inteiras de 25x25 e tem os encaixes para que na colocação, NÃO apareçam as emendas. Conseguiram colocar certo até metade da parede, em cima dá pra ver nitidamente as separações graças a um rejunte largo e diferente do que tem na composição das peças. 
Dai amigos pergunto: Qual é a dificuldade que esses filhos do capeta tem de entender que a beleza de uma peça - que custa os olhos da cara - é a COLOCAÇÃO CORRETA?
E esse é o motivo do meu sofrimento, porque hoje eu sei, eu não me contento mais em apenas uma casinha que não chova dentro. Eu quero uma casa sem problemas, sem manutenção infinita, uma casa que eu olhe para cima e no forro não tenha um monte de ponta de prego em carreira porque a besta que fez errou o lugar de martelar.
Eu não quero uma casa chique e luxuosa, eu quero uma casa que tenha funcionalidade, que não mofe porque o pedreiro teve preguiça de passar impermeabilizante, que não rache o reboco porque o pedreiro fez na torreira do sol, que não alague porque o funileiro não sabe colocar a calha.
Eu quero um profissional que se importe,  que escute e faça o que ele mesmo diz a respeito de si próprio. Sim pq eles se vendem muito bem, obrigado. Nesse quesito todos sabem apontar os erros dos anteriores e dizer que podem fazer uma coisa que eles na verdade farão de qualquer forma, só para ter o que receber na sexta-feira.
Por isso, a ignorância de me contentar com apenas uma casa seria menos cruel do que saber que o material que eu comprei, levei horas para escolher e paguei caro, está sendo colocado de qualquer forma.
Pode ser que exista mão de obra qualificada para um reboco bem feito, pode ser que uma mão de obra boa custe obrigatoriamente mais, o que eu sei hoje é que dificilmente eu vou achar uma mão de obra que não me dê problemas e isso eu sei porque não sou mais totalmente ignorante nesse assunto!
Ocorreu um erro neste gadget

Sociable