sábado, 17 de dezembro de 2011

Reboco, hidráulica e elétrica








 Nova etapa da obra: o reboco.
Peleamos atrás de um pedreiro para a difícil tarefa de rebocar, fazer o fechamento com o forro e colocar as esquadrias. Antes disso foi preciso fazer a hidráulica e a elétrica para que o acabamento com o reboco fosse feito. O pedreiro que aceitou a tarefa precisou além de rebocar quebrar o piso todo e refazê-lo, isso porque o seu João ( ôh Seu João!) deixou exatamente 2,10 de altura no vão das portas, não levando em consideração o marco e o piso. Pois bem, optamos por desmanchar o piso e não os taipás acima das portas pq, além das portas ficarem mais altas que as janelas, o piso feito ( 12cm de brita + 15 de contrapiso) estava solto em vários pontos.
O pedreiro novo é bom, rebocou direitinho e fez um contrapiso bom, porém como a raça é complicada, ele está há 3 semanas sem aparecer por lá. Recebeu, neh... Coisas de obra...









sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A Ignorância é uma Benção

Pois então, na obra estava tudo parado em função do frio, chuva e falta de dinheiro, porém, com a primavera, além das flores temos novamente a oportunidade de voltarmos a sofrer por um bem maior.
Sim amigos: SOFRER! Porque só quem já construiu sabe a dor de cabeça que é, e no meu caso tudo ficou muito pior. Sem nenhuma vergonha expresso abertamente que a ignorância nos impede de sofrer.
Antes de adquirir certo conhecimento (muito pouco ainda perto da imensidão de possibilidades dentro do universo de obras civis e design) eu era uma pessoa muito feliz. Eu teria uma casa. Minha. Independente do telhado, piso, forro, cerâmica, reboco, enfim, apenas uma casa. 
Me lembro que logo ao adquirirmos o terreno briguei com o marido quando ele disse para usarmos porcelanato. O quê? - eu disse- Quero qualquer coisa, qualquer piso, não precisa frescura, senão vamos levar uma vida construindo. Hoje 2 anos depois sei que bem escolhido e bem colocado um porcelanato pode durar até 100 anos. Hoje o revestimento dos meus sonhos para o banheiro custa em média R$ 25,00 -o metro?- Não, a PEÇA! 
O aprendizado sobre revestimentos me abriu um leque imenso de opções e me levou a pensar no quanto, até então ignorantes, não prestamos atenção e nem valorizamos isso. Eu digo ignorante no bom sentido e vcs logo vão entender onde quero chegar...
Hoje visitamos uma casa na qual confesso que me inspirei para definir a minha, ainda está em fase de acabamento e eu acho ela linda, então fui falar com os pedreiros para que rebocassem nossa obra. O preço deles era superior a todos que eu tinha visto até então, pensei que logicamente o trabalho seria excelente. Mas como já adquiri alguma experiência no assunto, resolvi visitar a tal casa linda por dentro e ver o trabalho deles.
O reboco que é o que me interessa, não me mostrou nada diferente do que vi até hoje, rachaduras, buracos, emendas. O que tava legal era o nível, paredes altas e aparentemente retas, sem ondulações. E logicamente, muito grafiatto, até dentro de um banheiro.
Mas agora o que me dilacerou o coração foi o revestimento da suíte do casal, sabem esses revestimentos lindos, que parecem plaquinhas pequenas de pedra, mas na verdade são peças inteiras de 25x25 e tem os encaixes para que na colocação, NÃO apareçam as emendas. Conseguiram colocar certo até metade da parede, em cima dá pra ver nitidamente as separações graças a um rejunte largo e diferente do que tem na composição das peças. 
Dai amigos pergunto: Qual é a dificuldade que esses filhos do capeta tem de entender que a beleza de uma peça - que custa os olhos da cara - é a COLOCAÇÃO CORRETA?
E esse é o motivo do meu sofrimento, porque hoje eu sei, eu não me contento mais em apenas uma casinha que não chova dentro. Eu quero uma casa sem problemas, sem manutenção infinita, uma casa que eu olhe para cima e no forro não tenha um monte de ponta de prego em carreira porque a besta que fez errou o lugar de martelar.
Eu não quero uma casa chique e luxuosa, eu quero uma casa que tenha funcionalidade, que não mofe porque o pedreiro teve preguiça de passar impermeabilizante, que não rache o reboco porque o pedreiro fez na torreira do sol, que não alague porque o funileiro não sabe colocar a calha.
Eu quero um profissional que se importe,  que escute e faça o que ele mesmo diz a respeito de si próprio. Sim pq eles se vendem muito bem, obrigado. Nesse quesito todos sabem apontar os erros dos anteriores e dizer que podem fazer uma coisa que eles na verdade farão de qualquer forma, só para ter o que receber na sexta-feira.
Por isso, a ignorância de me contentar com apenas uma casa seria menos cruel do que saber que o material que eu comprei, levei horas para escolher e paguei caro, está sendo colocado de qualquer forma.
Pode ser que exista mão de obra qualificada para um reboco bem feito, pode ser que uma mão de obra boa custe obrigatoriamente mais, o que eu sei hoje é que dificilmente eu vou achar uma mão de obra que não me dê problemas e isso eu sei porque não sou mais totalmente ignorante nesse assunto!

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Aulas sobre Reboco

Eu estou fazendo uma cadeira muito interessante esse semestre sobre Materiais e Revestimentos e já de início aprendi um monte de coisas utilíssimas para quem está construindo.

O reboco por exemplo, como ainda não foi feito na nossa casa, vou poder aproveitar dicas de OURO da Profi Rosane, isso claro, se o pedreiro fizer como tem que ser...

Dicas:

Sempre começar a rebocar (ou pintar) por fora. Pq? Maior proteção contra o tempo, protegendo fora, vc protege dentro.
Nunca rebocar ou pintar em temperaturas muito baixas e nem muito altas, a parede quente demais pode rachar o cimento.
Se misturar muita CAL na argamassa do reboco vc não poderá usar tintas plásticas.
O cimento tem um tempo de cura onde ele não se mistura depois de algumas horas já seco com um cimento fresco, por isso no reboco aparecem "emendas" visíveis até mesmo depois de tudo pintado. É recomendado que todas as emendas necessárias sejam feitas na vertical, é a melhor forma de disfarçá-las, já que nosso olho percebe mais o q está na horizontal.
O reboco fica rígido em torno de 10h à 15 h, mas leva 28 dias para curar e poder receber acabamento de pintura ou revestimento.
Se colocar muito cimento na massa, endurece mais rápido, mas fissura muito mais.

Uma boa impermeabilização tbm é indispensável para evitar dor de cabeça mais tarde, principalmente para quem mora no RS, onde temos variações de temperaturas gigantescas e muita umidade.

Agora só falta o mais difícil de se encontrar: MÃO DE OBRA QUALIFICADA !

terça-feira, 5 de julho de 2011

Pérolas do Seu João

Muito tempo sem postar, não por falta de histórias, mas por falta de tempo...
Hoje resolvi colocar essa falha com o blog da construção de nossa casa em dia, relatando uma coletânea das pérolas do pedreiro, que ia muito bem até começar a ir muito mal....
Nós : - Mas Seu João, essa parede está torta...
S.J: - Isso é um probleminha de ética, mas não inflói em nada!
Nós : - Mas Seu João, o senhor usou a madeira da cozinha na sala, vamos ter comprar tudo de novo...
S.J.: - Ahã, mas vcs tão gostando do meu trabalho, né?
Nós : - Seu João, o vão de cada ripa é de 40 cm, aqui na frente o Sr. deixou 48...
S.J.: - Me permite medir? ... Merda!!!
Nós : - Seu João, o Sr. vai tirar todos esses pregos do forro onde ficaram aparecendo, esses DO LADO das ripas, carreiras inteiras de pregos no lugar errado....
S.J.: - Pode ficar tranquila que não vou entregar a obra assim!
Nós : - Seu João,  essa ripa está torta, começa encostada na parede e vai abrindo...
S.J.: - Isso depois compensa no reboco!
Nós : - Compensa com reboco de 30 cm?
Nós : - Seu João, falta pouco dinheiro pra lhe dar e muito ainda pro sr. fazer...
S.J.: - Não acha que eu vou fazer sacanagem com vcs neh? Eu vou terminar!!!
Nós por telefone: - Seu João, o sr. não vem pra obra hoje?
S.J.: - Ãham, eu só vim no banheiro, já tô voltando...
Nós por telefone: - Seu João, o sr. não vem pra obra hoje?
S.J.: - Eu peguei uma obra em São Leopoldo, mas o *veinho não tá ai?
* Pra quem não sabe, o Seu João contratou o Seu Lauro, vulgo Cascãozinho para ajudá-lo, como ele percebeu que a ajuda era boa, resolveu deixar tudo por conta do "veinho" e ia acertando por dia com ele...
Nós: -Mas Seu João, nós não contratamos o Seu Lauro, nós acertamos com o Sr.
S.J.: - Tá certo, mas tenho que ir pra outra obra pra poder pagar os dias dele, sabe neh, acabou o dinheiro.
Nós.: - Mas Seu João, qto mais dias ele ficar aqui sozinho, mais o Sr. vai ter que pagar, e nós já lhe pagamos...
SJ.: - Ãhammm....
Nós : - Seu João, o sr. não vem pra obra hoje?
SJ.: - Ãhammm...

Nós : - Seu João vá pra **!!@*!&Piiiiiii!!!

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Madeiramento

   Então, tava bom demais para ser verdade... Primeiramente gostaria de dizer que tenho fotos novas mas estou sem tempo de atualizar meus blogs, já que com a construção estou trabalhando em triplo...

   Bom tudo muito bom, chegou na parte do madeiramento para o telhado, resolvemos fazer a vista de cedrinho, já que o pé direito da casa ficou bem alto, ficaria bonito. Foi meu rim esquerdo na compra das madeiras! Compramos a quantidade certa para cada peça, já com as medidas. Fizemos plantas de cada forro, onde iam as guias, a que distância e a quantidade. Se o pedreiro conseguisse enxergar tão fácil qto nós que ele teria nada de trabalho sendo que era só colocar no lugar as madeiras certas, ou melhor, se ele apenas medisse as guias e comparasse com o desenho eu hoje seria uma pessoa feliz! O desenho ele nem olhou pq deve ver apenas um monte de quadradinhos com alguns números do lado... Obviamente que para fazer a primeira peça ele escolheu as madeiras maiores, obviamente não mediu, obviamente fez tudo errado!!! Ficou bonito pq um forro de cedrinho não tem como ser feio, mas se olharmos a distância de uma guia e outra é de chorar!!! Os lugares de onde eram as madeiras maiores ficaram sem e eu preciso comprar uma peça inteira de novo, mais 16 guias finas e 5 grossas... Para que serve a trena, não é mesmo? O que eu vou fazer com os pedaços menores que sobraram e não dão em lugar nenhum eu não sei ( na verdade me ocorreram algumas idéias como empalamento ao pedreiro, mas é melhor não ceder à loucura...).

    Como se não bastasse, depois de ele forrar a parte da frente, de noite choveu. Ele colocou aquela manta igual, mas como chuveu muito molhou o forro. A lona que compramos justamente para evitar isso estava embaladinha da mesma maneira que chegou lá. No outro dia sol e calor e fizemos uma correria com material elétrico para que ele colocasse as telhas, obviamente ele não colocou por muitos motivos sem cabimento, mas tudo bem. Então foi lhe pedido que qdo saisse, já que não telhou que colocasse a lona. Adivinhem?
Pois é, já viram Deus em forma de pedreiro dizendo que não vai chover? Foi mais ou menos isso que aconteceu... A chuva veio na manhã cedinho do outro dia, e junto com ela o pedreiro correndo com a lona em cima do forro... Se deu tempo, se deu certo, ainda não sei... Continua chovendo e bastante!

domingo, 20 de março de 2011

Limpando o terreno...

  Segundo domingo que passamos arrumando nosso futuro recanto, cortamos o mato que tomou conta da frente e dos fundos e organizamos um pouco a bagunça. Não existe um jeito de uma obra ficar limpa, mas fizemos nossa parte... Tem trepadeiras no muro dos fundos e achamos bem legal a idéia de uma cerca viva em um pedacinho, vai combinar com o talude de grama que a princípio deverá ser feito nos fundos da casa.
  Essa semana começamos com o madeiramento do telhado, mais uma empreitada começando! Depois das telhas um tempo pra respirar, acertar as contas e nos prepararmos para o reboco...
 

domingo, 13 de março de 2011

Terminando os tijolos...

Como decorar esse paredão depois?
Tomando forma
Janelinha
Sheik 
Altura do telhado
Fazendo o "oitão"

Vista da janela da frente
Lindona!
Bem vindos!!!!








quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Paredes

Frente da baia

 Gigi na "sala"
 Quarto da Gigi
 Banheiro e Closet
 Frente
Lateral
Da janela


 Oi Morrrr!
Quase pronto, só falta o telhado, reboco, abertura, piso, revestimento, pintura e móveis!!!
Barbada, hehehe!!!

sábado, 22 de janeiro de 2011

Iniciando as Paredes

Se criando um banheiro...
Alguns tijolos...


Se criando o quarto da Gigi...

 
Meu cantinho para trabalhar...

 
Uma porta...

 
A lateral da sala...

 
Banheiros...

Eu e a Gi na sala...

O sol indo embora junto com mais um dia em que a realização de um sonho em conjunto vai se tornando realidade... Espero que seja não só a construção de uma casa, mas que aqui se construa um lar com muita felicidade, que seja um lugar acolhedor para os amigos e um refúgio para as adversidades da vida. 
Que essas paredes testemunhem momentos bons, risadas e muito carinho.
Ocorreu um erro neste gadget

Sociable